Voluntários que levam ações para o Sertão buscam ajuda

 Até o final deste ano o projeto ‘Ciranda Sertaneja’ tem um calendário de ações para cumprir. Para levar as atividades de educação e saúde aos moradores do município de Inajá, no Sertão de Pernambuco, os voluntários buscam apoio para desenvolver as ações. Sem fins lucrativos, o grupo criado desde 2015, vem atendendo aproximadamente 350 moradores da cidade. Inajá se destaca pela baixa apresentação no ranking do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Os dados revelam a situação sobre a qualidade de vida, renda e escolaridade da população das regiões.
“Além de conviver com a seca e falta dos recursos, os moradores tem o descaso do poder público”, relembrou a turismóloga Talita Guedes. A idealizadora do projeto, que já desenvolveu trabalhos voluntários fora do Brasil, reforçou que saúde e educação devem ser sempre direitos adquiridos. “Nossa ciranda é uma dança de solidariedade que busca levar dignidade e esperança aos sertanejos”, finalizou.
Quem quiser ajudar os voluntários do ‘Ciranda Sertaneja’ pode realizar doações acessando a vaquinha virtual (https://www.vakinha.com.br/vaquinha/vem-cirandar), ou fazendo a inscrição na ação desejada. Todos os recursos arrecadados irão auxiliar no apoio logístico e na compra de materiais das ações. Mais informações podem ser repassadas através das redes sociais do grupo ou pelo telefone: (81) 9 9695.2409.
A rede de solidariedade oferece atividades lúdicas e contação de histórias. Doação de livros, material escolar, reforma de escolas, oficinas e capacitação de professores,  também estão na lista. Na área da saúde, o projeto oferece atendimento de pediatria e odontologia.
 Próximas ações dos voluntários:
Ainda neste mês, o projeto vai acompanhar dois professores da Zona Rural do município de Inajá, durante congresso Internacional de Educação. Eles serão treinados e repassarão o que foi vivenciado no congresso durante um seminário no município.
Em outubro o grupo vai realizar um mutirão de saúde. O projeto vai levar cerca de 30 profissionais da saúde. Nesta ação, serão desenvolvidas oficinas para os pais sobre educação em saúde, além de um trabalho de recreação. 
A última missão de 2019 acontecerá em novembro. Um seminário vai reunir os professores que participaram do congresso. Equipe médica e de recreadores também estarão envolvidos.

Anterior Proxima Página inicial