Cirurgia em Bolsonaro é bem-sucedida

 Folha de S. Paulo 
Por José Marques e Wálter Nunes
A quarta cirurgia do presidente Jair Bolsonaro (PSL) depois do ataque a faca que sofreu há um ano demorou além do previsto neste domingo (8), mas acabou sendo bem-sucedida, segundo a equipe médica responsável.
Bolsonaro manteve quadro clínico estável depois do procedimento, ficou disposto e deverá manter repouso. 
O vice-presidente, Hamilton Mourão, ficará até quinta-feira (12) à frente da Presidência da República. Depois, Bolsonaro poderá despachar do próprio hospital.
"Temos condições de proporcionar ao presidente o despacho normal, não obstante as questões procedimentais-médicas que vão exigir o descanso do presidente", disse o porta-voz da Presidência, general Rêgo Barros.
A cirurgia foi realizada no Hospital Vila Nova Star, na Vila Nova Conceição (zona sul de São Paulo), para corrigir uma hérnia que surgiu na região onde foram feitas três operações depois do ataque a faca durante a campanha eleitoral de 2018 na cidade de Juiz de Fora (MG).
O procedimento, considerado de média complexidade, tinha previsão de duração de duas horas, mas acabou levando cinco –sendo concluído às 12h40. O médico Antônio Luiz Macedo, responsável pela cirurgia, disse que foram encontradas aderências no intestino que demandaram mais tempo da equipe. 
"Normalmente uma hérnia não demora tudo isso que demorou, mas a gente não contava que tinha aderido tudo de novo em relação à cirurgia de 28 de janeiro", afirmou Macedo, em referência à data da operação de retirada da bolsa de colostomia.
[...] Confira a íntegra da reportagem aqui: Cirurgia em Bolsonaro é bem-sucedida, e Mourão fica na ...

Anterior Proxima Página inicial