Setor de autopeças começa a reagir em Pernambuco

 O mercado tem registrado crescimento na demanda e está reagindo diante das perspectivas positivas em relação a economia do País. A afirmação é do do presidente do Sindicato do Comércio de Peças e Serviços para Veículos de Pernambuco (Sincopeças-PE), José Carlos Santana.

Segundo ele, os dados do primeiro semestre foram positivos e a perspectiva é de que o segundo semestre seja ainda melhor. As vendas do setor de autopeças cresceram 10,4% nos primeiros seis meses do ano em comparação com o mesmo período do ano passado, segundo os últimos dados divulgados pelo o Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças). De acordo com a pesquisa, houve aumento nas vendas para montadoras (12,8%), intrassetoriais (31,7%) e mercado de reposição (7%).

Os dados positivos do setor podem ser constatados pela procura por estandes na Feira de Tecnologia Automotiva – Autonor, que será realizada de 11 a 14 de setembro,no Centro de Convenções de Pernambuco. Este ano, o evento contará com 730 marcas expositoras, contra 701 na edição anterior. O que significa uma alta de 4,1%. Além disso, o número de estandes passou de 350 para 390 e a estimativa de volume de negócios cresceu de R$ 42 milhões, para R$ 50 milhões.
“As perspectivas de mercado apontam para um segundo semestre ainda melhor”, afirma, Flávio Portela, gerente geral da SK Automotive Distribuidora. Segundo ele, a reforma da Previdência elevou o clima de otimismo. “Empresários e indústrias do segmento começam a investir em serviços, em modernização e novas tecnologias”, destacou.

Portela explica que outro fator favorável é que, historicamente, o segundo semestre é o melhor período do ano para o mercado de reposição, uma vez que as montadoras sempre aumentam suas vendas o que aquece toda a cadeia. “Hoje, para cada veículo 0Km vendido no Brasil, são comercializados, 3,5 veículos usados”, acrescenta.

De fato, de acordo com os dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), as vendas de veículos novos em julho já registraram uma alta de 9% em relação ao mês anterior. E na comparação com julho do ano passado o aumento foi de 12%. 

Anterior Proxima Página inicial