Pré-candidato a prefeito de Serra, pelo PT, garante que tem o que mostrar em 2020

 O mais novo pré-candidato a prefeito de Serra Talhada, agora pelo PT, o secretário de Obras Cristiano Menezes, disse que terá o que mostrar, em termos de obras, para a população caso o seu nome seja consolidado na majoritária ‘duquista’, nas eleições 2020. Cristiano, por enquanto, disputa a cabeça de chapa do grupo liderado pelo prefeito Duque com outros nomes do bloco governista, como a secretária de Saúde, Márcia Conrado.

Em entrevista ao programa Farol de Notícias, no sábado (24), na rádio Vila Bela FM, Menezes defendeu que a ojeriza ao Partido dos Trabalhadores, especialmente por parte dos adeptos ao ‘bolsonarismo’, não pode apagar as contribuições que a legenda deixou para Serra Talhada e para o país. Cristiano reforçou que não se pode generalizar os erros do partido atribuindo os equívocos a todos os seus membros, argumentando que é uma pessoa correta em tudo o que faz.

“A gente se prepara para ouvir as críticas [por ser do PT] mostrando trabalho. O partido que mais tem condenados nesse país é o  PP (Partido Progressista). É o que mais tem condenados, inclusive na Operação Lava Jato e nessas outras operações por aí. É um partido que o presidente Jair Bolsonaro passou muito tempo de sua vida. Eu não estou dizendo que ele tem nada de errado, pois não tenho como provar. Mas é preciso saber diferenciar determinadas informações. Então, dizer que o PT cometeu equívocos nas suas administrações isso a gente não pode negar, alguns erros. Mas a gente não pode negar os avanços que o PT trouxe para o país e para o Nordeste… Note que a quantidade de moradia popular que foi entregue nesse país. O maior programa de construção de creches já criado foi do PT. Aqui em Serra Talhada foram cinco adquiridas no tempo em que o PT governava o país”, defendeu Menezes, complementando:

“Então, essa história de dizer que o PT é corrupto então o senhor é também corrupto… Cada um tem uma história né. E quem me conhece, desde 2003, que estou aqui em Serra Talhada, sabe como eu trato a coisa púbica, o trabalho que eu faço e eu sou muito transparente com as coisas que faço. Às vezes me dizem que sou chato por conta disso. Eu exponho da forma que as coisas acontecem e precisam acontecer. Mas eu não tenho nenhum problema em ser pré-candidato ou candidato pelo PT não. Na hora que tiver de ir fazer política e ir para as ruas a gente vai ter de fato o que mostrar”.

Anterior Proxima Página inicial