Petrolândia e região: Motoristas de transporte alternativo fazem paralisação na BR-110 contra lei federal

 Assis Ramalho
Motoristas de transporte alternativo (vans, e carros de linha) de Petrolândia, Tacaratu, Jatobá, Floresta, Delmiro Gouveia, entre outros municípios, suspenderam suas atividades nesta quarta-feira (21/08/2019). em protesto a modificação a artigos do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), aprovada pela Lei 13.855/19, que aumenta a punição para os transportes alternativos.

O ato, que teve início por volta das 5 horas da manhã e terminou às 16 horas,  aconteceu na BR-110 nas proximidades da cidade de Petrolândia. Apenas Vans e transporte alternativos foram parados, todo o restante de veículos foram liberados.
 Os manifestantes usavam camisas e bandeiras com frases como – “Não sou irregular, sou complementar! Vamos contra a lei 13.855 -''

O Projeto de Lei (PL) 13.855 prevê punições mais rígidas para transportes considerados "piratas". A lei foi sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro e publicada no Diário Oficial da União do último dia 9 de julho.

Segundo a lei, o transporte alternativo "pirata", seja por ônibus ou van escolar sem autorização ou transporte remunerado de pessoas ou bens, passa a ser classificado como infração gravíssima, com multa (multiplicada por cinco, no caso do escolar) e perda de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), além da remoção do veículo como medida administrativa. As novas punições entram em vigor em 90 dias contados a partir da sanção. O PL é de autoria do deputado federal Daniel Coelho (Cidadania-PE).

Anterior Proxima Página inicial