Emoção, alegria e lágrimas entre os novos médicos de Serra Talhada

 Manu Silva/Farol

Sorrisos repletos de lágrimas e o sentimento de um sonho realizado foi a emoção que pairou no auditório da Faculdade de Integração do Sertão, durante a cerimônia de Colação de Grau da primeira turma de Medicina da Universidade de Pernambuco, campus Serra Talhada, na noite dessa sexta-feira (16).
O dia tido como histórico para os 20 formandos e seus familiares, representa a conquista do direito a Educação Superior no Sertão, representa a oportunidade de serra-talhadenses e sertanejos se tornarem profissionais da saúde compromissados, além do fortalecimento da cidade como um polo de saúde na região. Em uma bela solenidade de conclusão de curso, a Turma Breno Gusmão Ferraz 2019.1 ouviu os discursos, jurou cuidar e acolher seus futuros pacientes.
 A cerimônia contou com a presença do reitor da UPE, Pedro Henrique de Barros Falcão, do prefeito Luciano Duque e do governador Paulo Câmara. Durante os discursos, homenagens a memória do ex-governador falecido, Eduardo Campos, uma das lideranças políticas que na época ajudou a trazer a universidade para a cidade junto com o deputado Sebastião Oliveira e o ex-deputado Inocêncio Oliveira
 DESTAQUES
Entre os primeiros 20 médicos formados em Serra Talhada, dois alunos alunos se destacaram e receberam a láurea pelas melhores notas, pesquisas e realização de projetos de extensão para as comunidades. Os jovens Maria Luiza Ferreira da Silva e Ailton José de Souza Júnior receberam das mãos das coordenadoras do curso, o certificado da láurea.
 O médico George Conrado foi escolhido como patrono na turma, no entanto não pode estar presente no evento e enviou uma mensagem para os formandos. O texto foi lido pela Secretaria de Saúde de Serra Talhada, Márcia Conrado, sobrinha do médico homenageado. Bastante emocionada, a gestora de saúde levou o auditório da FIS a comoção.

Anterior Proxima Página inicial