Em Afogados, alunos protestam contra Diretora da Erem Monsenhor Antônio de Pádua Santos

 Na manhã desta terça-feira (27), alunos da Escola Estadual de Referência em Ensino Médio Monsenhor Antônio de Pádua, em Afogados da Ingazeira, cruzaram os braços após o intervalo, em protesto contra a diretora Nadja Patrícia. Os alunos acusam a diretora de abuso de poder.

Falando ao repórter Celso Brandão da Rádio Pajeú FM, a aluna Kamile do 3º ano C, relatou que os alunos estão todos revoltados e pedem a saída da diretora. Ela disse ainda que há três anos, tem acontecido situações humilhantes por parte da diretora contra os alunos e também que um professor teria sido humilhado diante de uma classe pela diretora.
Kamile ainda acusou Nadja de estar tentando o tirar o direito dela de participar de um intercâmbio conquistado por ela, além de tê-la humilhado diante da mãe. “Você tem o direito de alguma coisa e é ameaçado pela diretora. Eu por exemplo conquistei um intercâmbio e por causa de amizades era chamada toda hora na coordenação da escola. Quer dizer que eu ando com as pessoas e por disso, ela quer tirar o meu direito? Questionou a aluna, que completou: “ela colocou o dedo na minha cara e disse que tem o poder [de impedir o intercâmbio]”, relatou.

A aluna do 3º ano ainda disse que Nadja a humilhou diante da mãe: “ela chamou a minha mãe na escola e disse que eu não sou um orgulho, que sou um péssimo exemplo para a escola, ao meu ver isso é abuso de poder, se eu conquistei alguma coisa eu tenho direito de viver o que eu conquistei”, reclamou Kamile. 
Também falando ao repórter Celso Brandão, a diretora da escola, Nadja Patrícia, rebateu as acusações e disse que o problema é a insubordinação por parte de um grupo de alunos, que não aceitam a organização.

Pelo Instagram, um anônimo comunicou ao Blog do Cauê Rodrigues sobre a mobilização que aconteceria nesta terça feira. Mesmo a Diretora alegando "alguns alunos" causam tumultuo de indisciplina na escola, a maioria participou do protesto. Reclamações contra a gestora já vinham acontecendo há anos, mas não eram publicados.

“A única situação que aconteceu foi que estava acontecendo uma prova, eu fui chamada para sala e os alunos do 1º ano B não estavam deixando o professor aplicar a prova. Os alunos indisciplinados são chamados a atenção mesmo”, disse Nadja que negou ter humilhado um professor diante da classe. (Rádio Pajeu)

Anterior Proxima Página inicial