Comunidades quilombolas de Mirandiba, no Sertão, receberão ajuda do Fundo Malala

 As 15 comunidades quilombolas de Mirandiba, no Sertão pernambucano, receberão ajuda do Fundo Malala para manter as meninas nas escolas. A organização criada pela paquistanesa Malala Yousafzai, que ganhou notoriedade ao receber Nobel da Paz com 17 anos, dará aporte financeiro para garantir, entre outras coisas, o transporte escolar das mirandibenses negras, em parceria com a Prefeitura.

Em conversas com a Comissão Estadual de Articulação das Comunidades Quilombolas de Pernambuco, o Fundo escolheu Mirandiba para ajudar, considerando a grande quantidade de comunidades quilombolas no município.

Através do Projeto Educação Escolar de Meninas Quilombolas, a grade curricular das escolas locais será alterada para contemplar as diretrizes de reconhecimento da cultura, história e costumes das populações remanescentes de escravos.

A iniciativa conta com envolvimento do Centro de Cultura Luiz Freire (CCLF), Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e da rede de educadores Gulmakai. O objetivo é assegurar o direito de todas as meninas negras à educação.

Fonte: PE Notícias

Anterior Proxima Página inicial