Carnaíba; Secretário de Governo comparece á Câmara, mas não esclarece nada!

 O vereador licenciado e Secretário de Governo de Carnaíba, Antônio Venâncio, compareceu nesta quarta-feira (21) a Câmara de vereadores, atendendo convocação [ se não tivesse ido poderia responder por crime contra a Administração Pública], mas suas explicações não convenceram a Casa.

O homem que ao final do mandato do prefeito Anchieta Patriota terá embolsado R$ 400 mil de salários [pagos pela Câmara] disse que dá expediente apenas duas vezes por semana e que seu gabinete fica na sede da prefeitura, porém ninguém sabe onde é, nem em que dias ele de fato trabalha.

Descontente com as derrotas sofridas para a oposição, liderada por Gleybson Martins, o prefeito encontrou em Antônio Venâncio um caminho para causar prejuízo ao Poder Legislativo. Aquilo que é proibido que se faça diretamente [a interferência de um poder sobre outro] ocorre de maneira indireta. 

Numa secretaria sem função administrativa, uma vez que o serviço prestado é o de articulação política [de fazer conchavos e cooptações], fica claro que não atende ao cidadão e, portanto, o gasto feito com esta pasta atende tão somente aos do interesse do prefeito e não da sociedade carnaibana. 

Pelos esclarecimentos prestados por Antônio Venâncio, ficou caracterizado que sua ida para a prefeitura atendia apenas ao proposito do prefeito de fazer politicagem com o dinheiro público, e pior, onerando a folha de pagamento do Poder Legislativo, que deve funcionar de maneira harmônica, mas independente. 

Não e mole a câmara pagar salários perto da casa de meio milhão de reais, para um secretário prestar um serviço irrelevante. Melhor seria se o prefeito enxugasse a máquina, diminuísse o secretariado e utilizasse recursos, como estes que estão sendo pagos pela câmara, para manutenção de secretárias importantes de fato ou para a aquisição de equipamentos que pudessem de fato melhor a vida do cidadão. Porém a prioridade do prefeito é fazer politicagem e causar prejuízo, financeiro e moral ao Poder Legislativo.

Anterior Proxima Página inicial