Kajuru é expulso do PSB após ser flagrado levando um rela de Bolsonaro

 O “Blog do Paulinho”, um dos mais acessados espaços da internet no Rio de Janeiro, revelou ontem, quinta feira 04, que o barulhento senador Jorge Kajuru não se desfiliou do PSB espontaneamente, conforme divulgado, mas foi literalmente expulso da legenda  após ter sido flagrado “lambendo as botas” do Presidente Jair Bolsonaro, a quem o partido faz oposição.
Leia, a seguir, a íntegra da matéria de Paulinho:
“O senador Jorge Kajuru, logo após ser expulso do PSB, divulgou mensagem dizendo que ‘seu coração’ indicava a necessidade de seguir sem partido até o final do mandato.
Horas depois, parte da verdade já circulava nos bastidores do Senado: o ex-jornalista havia sido convidado a se retirar da legenda.
Foi mais grave e pesado do que isso.
O PSB, que faz oposição a Bolsonaro, indignou-se com o comportamento pusilâmine de Kajuru, que, semanas atrás, permitiu-se ser intimidado, ao vivo, pelo presidente.
Com o ‘rabo entre as pernas’, mas ainda assim abanando, o senador voltou atrás na decisão de votar contrariamente ao decreto de armas do Governo.
Depois, para seguir agradando Bolsonaro, Kajuru detonou, publicamente, o presidente do PSB.
Na reunião que ratificou sua expulsão, o ex-jornalista implorou para ficar no partido, pediu desculpas, jogou, como de hábito, a culpa de seus atos em terceiros e numa suposta doença, nunca comprovada, frequentemente utilizada como muleta a seus gestos de mau-caratismo.
De nada adiantou.
Por conveniência das partes, estabeleceu-se a versão de acordo amigável de desligamento, quando, em verdade, os fundilhos de Kajuru foram, simbolicamente – mas quase literalmente, chutados

Anterior Proxima Página inicial