Em Pernambuco, 169 homicídios foram encerrados sem a polícia apontar culpado

 Em 2018, 169 casos de homicídio foram encerrados sem que a Polícia Civil de Pernambuco conseguisse achar os autores. Se já não bastasse o luto pela pessoa que teve a vida ceifada, familiares e amigos agora precisam conviver com a impunidade.
Para o presidente da Associação dos Delegados de Polícia de Pernambuco (Adeppe), Francisco Rodrigues, há relatos internos que dizem que o Governo do Estado dá prioridade para investigar crimes do ano vigente.
Dos 169 homicídios sem culpados apontados, 154 foram registrados em municípios do interior. As cidades que registraram maior número de casos de impunidade foram Toritama com 11, Taquaritinga do Norte com 9, Gameleira com 7 e Palmares com 6. Ainda segundo o presidente da Adeppe, a falta de profissionais e estrutura para trabalho nesses locais são alguns dos principais fatores para o problema. (AOnline)

Anterior Proxima Página inicial