Desemprego afeta jovens em Afogados da Ingazeira. De quem é culpa?

 O desemprego na população jovem de Afogados da Ingazeira, no interior pernambucano é alarmante. Basta um empreendimento qualquer aportar na cidade, para milhares de jovens correrem loucos a procura de trabalho. É um Deus nos acuda. Chove currículos e mais currículos. E nessa peleja, os jovens afogadense sofrem por não terem experiência e preparação profissional.

Os que concluem o ensino médio, muitos deles não conseguem vaga de trabalho pela falta de experiência. Com a crise econômica, a situação do jovem que busca emprego piorou. O município não tem secretaria da juventude, o que deixa a juventude com a autoestima baixa e sem enxergar futuro, pontua Itamar França em seu Blog.

Diversos jovens com idades que variam dos 17 aos 25 anos, se deslocam de seu torrão natal para as cidades grandes como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasilia ou Recife, viver longe de sua familia em busca de um emprego. Na maioria deles, se deslocam para o interior de São Paulo, viver no corte de cana. Mas de quem é a culpa? De todos, pois a cada quatro anos tem a chance de mudar seus governantes, mas preferem continuar na mesmice politica de sempre onde quem se dá bem são apenas as indicações politicas.

O caso não é apenas em Afogados da Ingazeira, se estende também à municipios como Carnaíba, que tem o maior número de jovens fora de seu domicilio no Pajeú, Flores, Solidão, São José do Egito e Calumbi.

Anterior Proxima Página inicial