Cortes feitos por Bolsonaro irão atingir duramente a UAST/UFRPE em Serra Talhada

Do Farol
A Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) emitiu nota nesta sexta-feira (3) informando sobre os impactos que sofrerão a comunidade acadêmica, atingindo, inclusive, a Unidade Acadêmica de Serra Talhada (UAST).

O corte de 30% nos recursos às universidades, medida imposta pelo governo Bolsonaro, vai acarretar num bloqueio orçamentário de R$ 23,6 milhões, ou seja, 31,3% do orçamento.
Segundo a nota, a medida dificultará o adequado cumprimento do planejamento das atividades acadêmicas e administrativas, com base nos recursos previstos na Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2019.

“O corte provocará o bloqueio de 30% para bolsas e capacitação; bloqueio 37,04% do funcionamento da Universidade – energia elétrica, água, segurança, limpeza e outros serviços terceirizados – ou seja, redução de R$ 19,4 milhões; Quanto ao orçamento de capital (investimentos), houve um bloqueio de R$ 3,1 milhões, representando uma diminuição de 44%”, diz um dos trechos da nota, revelando um quadro sombrio para o futuro da universidade.

Anterior Proxima Página inicial