Em Pernambuco, Torcidas organizadas se unem contra reforma da Previdência

 Não só grupos de professores, vigilantes, agentes penitenciários que integram o movimento desta sexta-feira (22) contra a reforma da Previdência. Muito pelo contrário. Integrantes de torcidas organizadas dos três principais times do Recife - náutico, Sport e Santa Cruz - se juntaram para fazer coro neste dia nacional de luta contra a previdência, como está sendo chamado.

“Torcedor é trabalhador e também quer se aposentar”, diz a faixa trazida pelos apaixonados por futebol. Para o participante de um dos coletivos, Diogo Xavier, a ideia é desmistificar a imagem negativa criada dos torcedores. “A gente está sempre presente em vários atos e hoje não seria diferente. Entendemos que torcedor é também trabalhador e todo trabalhador quer se aposentar”, explicou Diogo.

Bandeiras dos times futebolísticos junto com uma grande bandeira com a imagem do ex-presidente Lula, com o pedido de ‘Lula livre’ foram estendidas pelos manifestantes. “A gente entende que esse modelo de precarizar a vida da população mais pobre também reflete na população do futebol. Vamos lutar sempre que for preciso”, argumentou Diogo.

Anterior Proxima Página inicial