Dom Egidio abre a Quaresma na diocese e padre Gilvam a Campanha da Fraternidade na Paróquia do Senhor Bom Jesus dos Remédios

 AOnline/Tito Barbosa
Nesta Quarta-Feira de Cinzas, na Catedral do Senhor Bom Jesus dos Remédios, o bispo diocesano, dom Egidio Bisol, abriu a Quaresma na diocese de Afogados da Ingazeira.
Dom Egidio explicou qual o sentido do período quaresmal, período de conversão, em que esse tempo cuja finalidade é para nos fortalecer. “A Quaresma é para nos ajudar a dar brilho na nossa vida, por isso é um momento muito importante e bonito para que a gente possa enfrentar a tentação que é uma coisa constante. A gente vive o dia tentado de não fazer aquilo que Deus nos pede, de não fazer a vontade D’Ele, mas de fazer o que a gente quer”, disse.
À noite, às 18h, aconteceu a abertura da Campanha da Fraternidade na Paróquia do Senhor Bom Jesus dos Remédios.
 Para a Campanha da Fraternidade 2019, a Conferência Nacional dos Bispos dos Brasil (CNBB) escolheu um caminho que depende muito da compreensão individual para ter resultado na luta coletiva: a conscientização dos direitos fundamentais como meio transformador da realidade. Com o tema Fraternidade e Políticas Públicas, a CNBB quer ressaltar, não somente junto aos católicos, que as políticas públicas são uma alternativa para redução desigualdades.
A abertura da Campanha da Fraternidade na Paróquia do Senhor Bom Jesus dos Remédios, aconteceu nesta quarta (6), início da Quaresma, o tempo de preparação que antecede a Páscoa, com a Santa Missa presidida pelo pároco, Pe. Gilvam Bezerra.
A Campanha da Fraternidade tem como objetivo estimular a participação em Políticas Públicas, à luz da Palavra de Deus e da Doutrina Social da Igreja, para fortalecer a cidadania e o bem comum.

Anterior Proxima Página inicial