TCE divulga levantamento sobre obras paralisadas em PE, incluindo IML de Salgueiro

 O Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE) divulgou na semana passada o mais recente levantamento sobre as obras paralisadas ou inacabadas no Estado. Realizado pelo Núcleo de Engenharia do TCE, o estudo aponta um total de 1.548 obras inconclusas em todo Pernambuco, que envolvem recursos na ordem de R$ 7,25 bilhões, dos quais R$ 2,38 bilhões já foram liquidados.
A lista inclui o serviço de construção do Complexo de Polícia Científica (IML, IITB e IC) de Salgueiro, sob a responsabilidade da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE). Segundo a catalogação do TCE, a obra foi iniciada em 2013 com prazo de conclusão em um ano, mas está paralisada desde junho de 2014.
O Governo de Pernambuco licitou a construção por R$ 6.268.303,24 e pagou R$ 3.795.259,49 até o momento da interrupção. A obra consta na lista do TCE como inacabada, o que significa que não possui mais contrato ou recursos válidos e requer um processo mais complexo para ser retomada.
O TCE afirma que executa medidas preventivas e corretivas para evitar desperdício do dinheiro público. As ações preventivas correspondem às auditorias realizadas nas licitações e as corretivas caracterizam-se pelas auditorias feitas nas obras em andamento. Em 2018 foram auditadas 330 obras, que geraram 134 processos, onde foram identificados valores acima dos praticados no mercado em 43 obras.
Alvinho Patriota


Anterior Proxima Página inicial