Corpo de piloto que morreu em acidente com Boechat é velado e sepultado em São Paulo

 O corpo do piloto de helicóptero Ronaldo Quatrucci foi velado, na manhã de hoje, no Cemitério São Paulo, em Pinheiros, na Zona Oeste da cidade. O sepultamento ocorreu às 16h. A cerimônia foi fechada para familiares e amigos.
Quatrucci e o jornalista Ricardo Eugênio Boechat morreram no início da tarde de ontem, após o helicóptero em que estavam cair na Rodovia Anhanguera.
O piloto era dono da empresa proprietária do helicóptero, a RQ Serviços Aéreos Especializados Ltda. Ronaldo tinha 56 anos e deixa dois filhos: Amanda, de 22 anos de idade, e Rodrigo, de 24.
Não é a primeira vez que a família de Ronaldo passa por uma tragédia desse tipo. Em maio de 1998, o irmão dele, Rogério Quatrucci, que também era piloto de helicóptero, morreu em um acidente aéreo em Santana do Parnaíba, na Grande São Paulo. No acidente, dois advogados que estavam sendo transportados morreram.

Anterior Proxima Página inicial