.

.

.

.

.

.

Após prisão do Prefeito Ailton Suassuna, Vice Luiz Poeta assume o governo de Tavares em posse silenciosa

 O Vice Prefeito de Tavares, no sertão da Paraíba, Luiz Poeta (MDB), foi empossado prefeito na ultima sexta feira 30 de novembro como prefeito interino do municipio em uma solenidade silenciosa.

Luiz Poeta junto à Ailton Nixon Suassuna Porto, que disputou a reeleição, também do MDB foram eleitos nas eleições de 2016 com 51,94% dos votos dos Tavarenses, o equivalente a 4.484 votos contra os 4.149 votos de Genildo José da Silva (Coco de Odálio) do PDT. Uma diferença apenas de 335 votos.

Ailton Suassuna (foto ao lado), do Movimento Democrático Brasileiro (MDB), foi preso preventivamente na manhã da sexta-feira (30). A prisão de Ailton aconteceu após um desdobramento da Operação República, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e da Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado (Deccor).
O prefeito é suspeito de, junto com o irmão Michael Suassuna, ter cobrado propina de uma empresa fornecedora da prefeitura. Michael era secretário de finanças do município. Ele foi preso em Patos no último dia 14 de novembro e solto no dia 22 de novembro.
Na ocasião, o Ministério Público da Paraíba (MPPB) recebeu uma denúncia do dono de uma loja de automóveis que estaria vendendo veículos para a prefeitura. O dono da concessionária que venceu a licitação no município relatou que foi procurado pelo prefeito que pediu propina de R$ 2 mil reais para que o pagamento fosse facilitado.
De acordo com o delegado Allan Murilo Terruel, o suspeito deve responder por crimes de responsabilidade do prefeito, concussão, peculato, organização criminosa e corrupção passiva.

Ailton Suassuna e o irmão Michael estão presos na capital João Pessoa.

Anterior Proxima Página inicial