.

.

.

.

.

.

Piscicultura do Sertão de Itaparica receberá investimentos de R$ 4 milhões do ProRural

 O diretor-geral do ProRural, Fábio Fiorenzano, assinou na tarde desta quarta-feira (3) um convênio para a construção da Unidade de Beneficiamento do Pescado de Petrolândia, no Sertão de Itaparica. O investimento, de aproximadamente R$ 4 milhões, financiado pelo Governo de Pernambuco através do acordo de empréstimo com o Banco Mundial, promete alavancar o comércio do pescado do município, que hoje já é o quarto maior produtor de tilápias do país. Com o convênio firmado, as obras devem ficar prontas em um prazo de 14 meses.

O projeto contemplará a construção civil, máquinas, equipamentos e capital de giro. Com o frigorífico, o pescado da região será completamente aproveitado, não deixando resíduos para o meio ambiente e agregando valor ao produto. Assim, a construção da Unidade que funcionará no distrito industrial da cidade terá também as fábricas de gelo, de óleo e de farinha para componente de ração, feitos a partir do processamento industrial dos subprodutos da pesca, sem interesse comercial, como as vísceras, cabeças, espinhas e restos do processamento do peixe.

O mais importante é que o pescado que passar pela Unidade vai ter inspeção sanitária e poderá ser comercializado em novos nichos como supermercados e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), o que proporcionará o retorno do investimento de forma rápida e satisfatória. “O peixe que entrará na unidade por R$ 6,50 sairá com um valor agregado de quase cem por cento. O setor terá ganho econômico, ambiental, sanitário e comercial. Em 4 anos, dará o retorno do investimento, quando tiver operando na capacidade plena da planta industrial, o faturamento poderá ultrapassar 25 milhões/ano, com uma produção superior a seis toneladas/dia“, informou Fiorenzano.

A prefeita da cidade, Janielma Souza, presente na cerimônia, agradeceu a vontade e coragem das associações firmadas e depois cooperadas, e que formataram o projeto apresentado ao ProRural, assim como a todos que transformaram a cidade no segundo maior produtor de tilápia do Nordeste, atrás apenas do município de Jatobá – o qual também será beneficiado com a Unidade.

Potencial

Para o presidente da Cooperativa Agroaquícola de Petrolândia (CAAP), Edísio Cruz, esse é um resultado de uma semente plantada há anos, quando o ProRural esteve na região e viu o potencial para a piscicultura investindo assim nos primeiros projetos. “Nesse momento, o comércio do pescado está passando por dificuldades e, em nossas discussões na Rede percebemos que agora precisávamos de algo que nos desse condições de avançar. E, novamente, o ProRural e os demais parceiros vieram para salvar a atividade”, agradeceu.

Anterior Proxima Página inicial