Haddad diz que Bolsonaro incita a violência em programa eleitoral do 2º turno

 No 1º programa eleitoral do 2º turno, nesta 6ª feira (11.out.2018), o candidato a presidente Fernando Haddad (PT) disse que Jair Bolsonaro (PSL) incita a violência. O petista ainda criticou atos de violência teriam sido cometidos por eleitores do militar nos últimos dias.

O programa de Haddad começa da mesma forma como foram os programas de Geraldo Alckmin (PSDB): uma apresentadora negra com discurso firme faz 1 tipo de alerta ao eleitor. Foram 1min25s de propaganda contra o militar.

“Uma onda de violência tomou conta do Brasil. Nos últimos dias, multiplicaram-se os ataque e até assassinatos motivados pelo ódio de alguns seguidores do candidato Jair Bolsonaro (PSL)”, diz a apresentadora.

Ela cita o assassinato do mestre de capoeira Moa do Katendê na última 2ª feira (8.out.2018), em Salvador. E ainda, o caso da jovem de 19 anos que disse ter sido agredidapor 3 homens e marcada com 1 canivete. Ela usava uma camiseta com os dizeres “Ele Não”.

Em seguida, aparece 1 vídeo de Bolsonaro em que o candidato do PSL simula uma metralhadora com 1 tripé e diz: “vamos fuzilar a petralhada do Acre”.

“Este é o Brasil de Bolsonaro. Se a violência já chegou neste nível, imagine se ele fosse presidente”, diz a apresentadora.

Em outro trecho, Haddad também fez crítica à campanha de Bolsonaro por meio do WhatsApp.

“Nossa luta é pela democracia”, disse. “Contra os ataques e as mentiras pelo WhatsApp prefiro continuar jogando limpo com você, falando olho no olho”, afirmou.

Em seguida, o programa focou em mostrar o perfil de Haddad, sua formação e trajetória na vida pública como ex-prefeito e ex-ministro da Educação.

“Eu tenho fé que juntos vamos vencer as injustiças. Queremos 1 Brasil de paz para todas as famílias e paz se constrói garantindo direitos. Direito a 3 refeições por dia, a emprego, salário justo e educação para todos”, diz Haddad.

AUSÊNCIA DE LULA
Com a estratégia de se distanciar da ideia de que Haddad será 1 representante de Lula, o programa mostra ex-presidente Lula em apenas 1 único momento.

No trecho, o petista elogia atuação de Haddad como ministro da Educação em seu governo: “Em 500 anos de Brasil nós nunca tivemos alguém da capacidade do Haddad pra fazer o que foi feito pela educação nesse país”.

ELEITORES DE ADVERSÁRIOS
Em trecho, Haddad ainda fala diretamente a eleitores de outros candidatos a presidente no 1º turno. O petista defendeu a ideia de que serão “todos contra”.

“Mesmo que você tenha votado em outro candidato no 1º turno eu quero conversar com você. Essa campanha não é de 1 partido é de todos que querem mudar pra melhor o nosso país”, disse. “Vamos nos unir, a hora é agora. Quero contar com todos que são a favor da democracia e dos direitos do povo”, afirmou.

PROPOSTAS
Em ritmo de samba, Fernando Haddad também usa o programa eleitoral para apresentar suas propostas.

O candidato do PT se comprometeu a implementar o programa Meu Emprego, que visa gerar empregos por meio da retomada das obras paradas do governo.

Também se comprometeu a aumentar o salário mínimo e em investir em educação.

Relembre os vídeos do PT e de Bolsonaro no 1º turno. O Poder360 fez 1 acervo com os vídeos em seu canal do YouTube. É possível assistir todas as propagandas dos candidatos à Presidência do horário eleitoral (acesse aqui a playlist e inscreva-se no canal).

Anterior Proxima Página inicial