.

.

.

.

.

.

Em Afogados, casal faz quebra-quebra e ameaçam funcionários do Hospital Emília Câmara

 A GT de Afogados da Ingazeira foi aciona pela central de operações do 23º BPM para realizar deslocamento até o Hospital Regional Emilia Câmara, no Bairro Padre Pedro Pereira por volta das 11h00 de ontem, terça feira 30, ao chegarem no local, foram informados que a senhora C. de L., agricultora de 34 anos e seu cônjuge, Senhor J. V. B., de 32 anos, ambos moradores do Conjunto Habitacional Miguel Arraes, teriam procurado atendimento no citado nosocômio, em ato continuo, teriam discutido aos gritos com os funcionários do hospital, quebrado a porta do consultório, proferido palavras de baixo calão, e ameaçado a enfermeira S. M. de A. S., momento em que de pronto, o vigilante R. F. G. T., de 47 anos, morador da zona rural de Carnaíba, tentou intervir e foi agredido e ameaçado de morte pelos imputados que proferiram as seguintes palavras, “ não dou mais dois dias, você não trabalha mais aqui, aguarde e você vai ver!”

Os acusados se retiraram do local após tomarem conhecimento que os funcionários haviam chamado a polícia. Diante do ocorrido à equipe policial fez rondas nas imediações e localizou os imputados, retornaram ao hospital procurando as vítimas e conduziu todos os envolvidos a DP local para serem tomadas as medidas cabíveis, durante a condução o policiamento presenciou ameaças dos imputados em desfavor do vigilante.

Anterior Proxima Página inicial