.

.

.

.

.

.

Violência contra mulheres segue com números alarmantes no Sertão do Pajeú

O Sertão do Alto Pajeú vê disparar o número de casos de violência doméstica em 2018. Apesar do sucesso da Lei Maria da Penha, que pune com rigor os infratores, o aumento do número de casos de violência contra a mulher tem sido notório, basta ver os registros da Resenha Diária da Central de Operações do 23º BPM, encaminhada diariamente aos meios de comunicação.


Apesar da região contar com a Delegacia da Mulher, instalada, em Afogados da Ingazeira, com toda estrutura para atender a mulher, esse tipo de ocorrência tem sido uma constante. Caracteriza-se como violência doméstica as ocorrências enquadradas na Lei Maria da Penha, criada em 2006 para combater, principalmente, agressões contra mulheres. O ataque pode ser de ordem moral, psicológica, físico, verbal, sexual, entre outros.


A Delegada responsável pela Delegacia da Mulher em Afogados da Ingazeira, Andreza Gregório, disse que vem realizando palestra em algumas comunidades, abordando temas relacionados à violência doméstica e familiar, com foco em crimes contra as mulheres, cujo objetivo é conscientizar as mulheres sobre seus direitos e evitar que crimes de violência doméstica e familiar continuem acontecendo.

Itamar França
[ad id="105930"]

Anterior Proxima Página inicial