.

.

.

.

.

.

Afogados: notícia falsa sobre sacrifício de cachorro gera queixa na delegacia


O cachorro passa bem e está aos cuidados de uma ONG.
A foto é da Vigilância Sanitária




Por André Luis


Na manhã desta quarta-feira (18), os funcionários da Vigilância Sanitária de Afogados da Ingazeira, George e Bonifácio, realizavam a sedação em um cachorro abandonado na Praça Arruda Câmara, quando foram abordados por um rapaz que começou a filmá-los acusando ambos de estarem sacrificando o animal.


Mesmo diante da tentativa dos funcionários em explicar ao rapaz que não se tratava de um sacrifício, mas sim de um procedimento de praxe para a realização de exames, o mesmo não se convenceu e postou o vídeo na redes sociais acusando injustamente os funcionários de estarem sacrificando o cachorro.


O vídeo tomou conta das redes sociais, gerando revolta dos internautas contra os dois funcionários, que foram julgados e constrangidos.


Sentindo-se difamados e vítimas de injúria, George e Bonifácio, foram até a delegacia na tarde de hoje, onde prestaram queixa contra o rapaz que filmou e divulgou o vídeo com a falsa informação.


A identidade do cinegrafista amador que gerou a falsa notícia ainda não é conhecida, o que se sabe é que é de São Paulo e estava na cidade visitando parentes.


Já o animal passa bem, foi adotado pela Associação dos Protetores de Animais que agradeceu a ação e os primeiros cuidados.
[ad id="105930"]

Anterior Proxima Página inicial