Pernambuco se mobiliza na Semana de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas

 Na Semana de Mobilização para o Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, o Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas da Secretaria de Defesa Social (NETP-SDS), inicia uma série de ações de prevenção e orientação voltadas ao público jovem, principal alvo deste tipo de crime. Nesta segunda-feira (29/07), às 9h30, no Batalhão de Choque de Policia Militar (BPChoque), no bairro do Madalena, no Recife, haverá atividades de conscientização para 70 crianças e adolescentes. A campanha Coração Azul, que simboliza a tristeza dos familiares que foram vítimas deste tipo de crime, prossegue até o dia 5 de agosto.

Durante o evento desta segunda, realizado em conjunto com as Polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal, o Museu da Bíblia e o Núcleo de Enfrentamento a Violência Escolar (NEVE) da Prefeitura do Recife, as crianças com idades entre sete e nove anos da Escola Soldado José Antônio do Nascimento, situada nas dependências da sede do BPChoque, participarão de atividades lúdicas com o professor Murakami, do Instituto Lucia Ferraz. Já as crianças maiores de 10 anos estarão presentes num bate-papo sobre tráfico de pessoas, abuso e exploração sexual, conduzido pelo NETP, pela PRF e pelo Departamento de Proteção a Crianças e Adolescentes (DPCA) da Polícia Civil de Pernambuco. A ação contará ainda com um banho de neblina no pátio do BPChoque.

A gestora do NETP-SDS, Jeanne Aguiar, chama a atenção das crianças e adolescentes para as formas de identificar e prevenir o tráfico de pessoas. “No caso de adolescentes, por exemplo, esse tipo de crime ocorre com a promessa de trabalho como modelo, dançarina ou jogador de futebol. Precisamos despertar nas crianças e adolescentes a sensibilização e conscientização da rede de proteção ao tráfico de pessoas, abuso e exploração sexual, para que não sejam alvos fáceis dessa prática criminosa. De forma didática, orientamos para que não guardem segredos, fiquem atentos a convites aparentemente inocentes e procurem ajuda ao receber convites do tipo. Aparecem na forma de propostas vantajosas, com bons salários e regalias. Depois, os sonhos de jovens são transformados em pesadelos. O público-alvo desses exploradores são pessoas em situações de vulnerabilidade econômica e social”, destaca.

Ao longo da semana, um micro-ônibus adaptado do NETP/SDS percorrerá as cidades de Recife, Ipojuca e Caruaru, levando as ações da campanha à população. Além disso, monumentos públicos serão iluminados com a cor da mobilização, para dar mais visibilidade à causa.

COMO DENUNCIAR – Para obter informações, orientações e fazer denúncias, o cidadão pode ligar para o Disque 100 ou o Ligue 180, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

Anterior Proxima Página inicial