Na Paraíba TRE mantém Ricardo Coutinho elegível

 Terminou, sem surpresas, o julgamento pelo TRE da chamada AIJE do Empreender. O placar foi, também, o esperado. Quatro juizes decidiram manter a elegibilidade do ex-governador Ricardo Coutinho e três o consideraram inelegível. Como quatro pode mais do que três, Ricardo saiu do julgamento com o aval da justiça para disputar, se quiser, a Prefeitura de João Pessoa em 2020.
Votaram em favor da elegibilidade de Ricardo e Lígia Feliciano: José Ricardo Porto, o relator do caso; Antônio Carneiro, Michelini Jatobá e Paulo Câmara.
Votaram contra o entendimento do restante da Corte: o presidente Carlos Beltrão e os juízes Sérgio Murilo Wanderley Queiroga e Arthur Fialho.
Conta-se que os adversários de Ricardo Coutinho torciam pela mudança de posições de alguns juízes que já haviam manifestado seus votos pela absolvição de Ricardo. Tal coisa não aconteceu.
E agora é aguardar o ano novo chegar e enfrentar o mago nas urnas, já que no tapetão “faiou”.

Anterior Proxima Página inicial