General solta os cachorros em filho de Bolsonaro

 Época - Guilherme Amado
Carlos Bolsonaro plantou, e agora vai começar a colher. A última estocada do Zero Dois nos militares de alta patente com assento no governo — ontem, contra o ministro Augusto Heleno, do GSI — já teve a primeira reação.
O general Luiz Eduardo Rocha Paiva, integrante da Comissão de Anistia do governo federal, disparou hoje uma mensagem de WhatsApp em que chama Carlos de "pau-mandado do Olavo", referindo-se ao escritor Olavo de Carvalho.
"Pau-mandado de Olavo. Se o pai chama os estudantes vermelhinhos de idiotas úteis, e eu concordo, para mim, o filhinho dele é um 'idiota inútil', ou útil para os esquerdistas", dizia a mensagem, acrescida de uma assinatura do general e um "Pode repassar".
A estocada em Heleno foi numa página página bolsonarista, a @snapnaro, que havia publicado o vídeo de uma pessoa que se diz jornalista e, sem provas, acusa o GSI e a FAB de cúmplice do sargento Manoel Silva Rodrigues, preso na semana passada na Espanha com cocaína.

Anterior Proxima Página inicial