Semana Santa: Feriado prolongado tem ações da Operação Lei Seca

 Durante quatro dias, da Quinta-Feira Santa (18.04) ao Domingo de Páscoa (21.04), a Operação Lei Seca (OLS), que já atua diariamente sob coordenação da Secretaria Estadual de Saúde (SES) com nove equipes em Pernambuco, monta esquema especial de reforço das ações de fiscalização e também educativas. Os bloqueios estarão nas principais rotas de acesso ao agreste e litoral pernambucano, destinos mais procurados para as comemorações da Semana Santa no Estado.

As blitzes, que acompanham o calendário das encenações e espetáculos da Paixão de Cristo e itinerários alternativos, como praias do litoral Norte e Sul, estarão nas ruas em horários diferenciados, aumentando a rotatividade das equipes e ampliando a cobertura da OLS em rodovias federais e estaduais. Para isso, os bloqueios serão realizados em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Pernambuco (DER-PE). Além disso, seis motos farão ações itinerantes todos os dias em apoio às blitze.

"Nossa principal meta continua sendo inibir o consumo de álcool por motoristas e motociclistas. Importante lembrar que ao recusar o teste do bafômetro, o condutor já é autuado por infração administrativa, que prevê multa gravíssima, com a perda de sete pontos na carteira, recolhimento da Carteira Nacional de Habilitação e aplicação de multa no valor de R$ 2.934,70. A tolerância é zero para consumo de bebida e direção", lembra o coordenador da OLS em Pernambuco, Fábio Bagetti.   

No Agreste, as cidades de Caruaru, Brejo da Madre de Deus, Gravatá, entre outras, receberão as equipes em horários variados. Na Região Metropolitana do Recife (RMR),  também haverá ações de fiscalização. Equipes educativas, compostas por pessoas com deficiência e apoiadores, farão trabalho de orientação aos motoristas e acompanhantes em Fazenda Nova, Chã Grande, Carpina, Gravatá e na capital pernambucana.

ESTRUTURA - O trabalho da Operação Lei Seca em Pernambuco envolve cerca de 210 profissionais. Por blitz, atuam aproximadamente 13 agentes de 3 órgãos de Estado: Secretaria Estadual de Saúde (SES), Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) e Polícia Militar de Pernambuco (PMPE), sendo quatro militares, quatro agentes do Detran e três técnicos da SES, além de motoristas para van e guincho.    

Anterior Proxima Página inicial