Banda estadunidense Dead Kennedys critica governo Bolsonaro em cartaz de turnê no Brasil

 A banda de punk rock estadunidense Dead Kennedys anunciou as datas da nova turnê no Brasil nesta segunda-feira (22). Os quatro shows que o grupo fará por capitais do país animaram os fãs brasileiros, mas o que viralizou mesmo foi o cartaz criado para a divulgação da agenda. A ilustração feita por Cristiano Suarez mostra uma família com camisetas da seleção brasileira (com cruzes ao invés do brasão estrelado) e crianças empunhando espingardas. No fundo, uma favela pega fogo.

O desenho está sendo lido como uma sátira ao governo de Jair Bolsonaro (PSL), já que a Dead Kennedys sempre se posicionou contra governos conservadores e de cunho militarista. Na década de 1980, muitas músicas da banda criticavam as ideologias ex-presidente norte-americano Ronald Reagan, um ícone do Partido Republicano.

Quando obteve ampla influência no cenário do punk rock mundial, as canções do grupo traziam letras chocantes e humor satírico sobre assuntos sociais e políticos da época. Algumas outras também ridicularizavam as posições contraditórias de algumas elites liberais.

Essa será a quarta visita da banda ao Brasil. A última foi em 2016, com apresentação ao lado do Offspring e do Anti-Flag. Desta fez, serão feitos shows no Rio de Janeiro (23 de maio), São Paulo (25 de maio), Brasília (26 de maio) e Belo Horizonte (28 de maio).

Anterior Proxima Página inicial