Servidor cobra salários de profissionais de educação de Afogados da Ingazeira! Desde dezembro sem pagamentos

 Sem receber seus salários desde Dezembro de 2018, servidores da área de educação do município de Afogados da Ingazeira resolveram usar o a imprensa local para cobrar da prefeitura o pagamento dos funcionários. Leia na íntegra o e-mail enviado por um dos servidores, que com medo de represália usa apenas o sobrenome de Pacheco.

Perguntar não ofende: E aí, Secretaria de Educação, Gestão municipal, quando os professores terão seus salários de dezembro?

Secretaria de Educação do município de Afogados da Ingazeira ainda não pagou a seus professores que prestam serviço.
Já se foi cobrado em vários blogs, meios de comunicação, pelos vereadores em suas sessões na câmara, mas nenhuma resposta foi dada aos servidores que, inclusive, já voltaram ao trabalho desde o início do mês e continuam sem o pagamento de dezembro de 2018.
A desculpa que sempre é usada, é a de que a cidade não para, que são obras e mais obras, melhorias e mais melhorias. Ótimo!!! Mas... e o salário dos trabalhadores??
Acredito que algumas obras poderiam ter esperado, diante de tão grande dificuldade de pagar a seus funcionários que precisam honrar com seus compromissos, sustentar suas famílias etc etc etc.
Sem contar que uma coisa não tem nada a ver com a outra para ficarem dando essa desculpa. Isso não existe. Dinheiro usado para obras é um, o de pagamento de pessoal é outro. 
 É uma falta de organização, e uma tremenda falta de respeito com os trabalhadores que os fazem a educação (dentro das salas de aula) de Afogados, que estão fazendo o município se destacar como hoje está aí em destaque e assim que são recompensados.
E o pior, como já foi citado em outras ocasiões é a falta de informação, pois nenhuma previsão é dada, nenhuma data é passada. Assim é difícil!!

O Blog do Cauê Rodrigues tentou contato com a Assessoria de Imprensa do governo de José Patriota que informou  que servidores concursados e comissionados estão rigorosamente em dias com seus pagamentos, mas que de fato há uma pendência com relação a alguns prestadores de serviço e que o governo está trabalhando para solucionar.

Atenção aí, Afogados!!!!


Anterior Proxima Página inicial