Justiça condena homem apontado como autor de 25 homicídios em Pernambuco e que liderava organização criminosa no Sertão

 O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) obteve, na última sexta-feira (22), decisão favorável do 1º Tribunal do Júri da Capital para condenar Jerry Adriane Gomes da Silva, conhecido por ‘Nego de Lídio’, a uma pena de 18 anos de prisão pela morte de José Nilton Freire Rodrigues da Silva. A vítima, que trabalhava como motorista de ônibus, foi morta no dia 30 de maio de 1999, na cidade de Santa Maria da Boa Vista (PE), no Sertão do São Francisco. A informação da condenação só foi divulgada nesta segunda-feira (25).

De acordo com o MPPE, a realização do julgamento foi transferida da Comarca original para o Recife em razão da periculosidade do réu, que liderava um grupo criminoso atuante na região. A Jerry Adriane Gomes da Silva são atribuídos 25 assassinatos, além de estupros, sequestro, associação criminosa e vários atos de intimidação contra moradores, o que justificou o pedido do MPPE para desaforar o caso.
“Embora o crime tenha ocorrido há anos, a justiça foi feita. O povo de Pernambuco está solidário ao povo de Santa Maria da Boa Vista e quer aquelas terras produtivas de lavouras e frutas, e não de maconha. Queremos que todos saibam que o silêncio pode ser quebrado, com denúncias ao MPPE. E que criminosos como o réu não são tão inalcançáveis como pensam”, destacou a promotora de Justiça Ana Clézia Ferreira Nunes.

Anterior Proxima Página inicial