Um dos suspeitos da morte de serra-talhadense é solto; familiares falam que estão inseguros

 Um dos suspeitos da morte do catador de recicláveis, João Pereira, cujo corpo foi encontrado sepultado em uma cova rasa num quintal de uma casa, na Rua das Flores, em Serra Talhada (foto), foi solto no último sábado (12).
De acordo com a Delegada de Polícia, Jéssica Zui, não há provas suficientes contra ele. Entretanto, A delegada solicitou a prisão preventiva do casal, que residia na casa de número 227, onde o corpo foi encontrado.
“Desta forma, devido a grande comoção popular, a grande repercussão do caso e de fortes indícios de autoria do casal no citado homicídio, solicitamos a decretação da prisão preventiva dos acusados, que foi deferida pelo Juiz de plantão”; declarou Jéssica Zui.
MEDO E INSEGURANÇA
Nesse domingo (13), familiares de João Pereira, relataram a Imprensa que temem por suas vidas, caso a justiça determine a liberação dos suspeitos.
“Eles (o casal) negam que tenham feito isso, mas a gente não acredita. O corpo estava lá. A gente teme que alguma coisa aconteça, caso sejam soltos. Tememos, sim, por nossa segurança. Dizem que a mulher foi para o Presídio de Buíque, e o outro está em Serra. Mas, e depois, se forem soltos?”, questiona um dos familiares, pedindo para não ser identificado. (Farol)

Anterior Proxima Página inicial