Deputado Federal Tadeu Alencar visita prefeito Lino Morais na Ingazeira para agradecer votação

 Aproveitando sua passagem pelo sertão, o Deputado Federal Tadeu Alencar (PSB), eleito com 53.597 votos dos pernambucanos, acabou visitando na noite desta sexta feira 04, o prefeito Lino Morais (PSB) e o vice Prefeito Juarez Ferreira (PSB), na cidade da Ingazeira, no Vale do Pajeú.

Mesmo onde o também deputado eleito João Campos foi Majoritário, Tadeu Alencar ficou na 5ª colocação do mais votados em Ingazeira e veio à cidade agradecer pela votação recebida no municipio com cerca de 5,95% dos votos dos ingazeirenses.

Na recepção que aconteceu na casa do Prefeito Lino Morais, estiveram presente o Vice Prefeito Juarez Ferreira e sua esposa Cláudia Barbosa Secretária de Cultura e Esportes, a Secretária de Educação Lindomércia Gleide e os vereadores  Djalma da Silva Veras Filho, o Djalminha (PSD) e Argemiro Morais Silva (PSB).
 O Deputado Federal Francisco Tadeu Barbosa de Alencar ou simplesmente Tadeu Alencar, nasceu em Juazeiro do NorteCeará, tem 55 anos, é um escritor e político brasileiro, filiado ao Partido Socialista Brasileiro (PSB). Trabalhou como bancário no Banco do Brasil e foi Procurador da Fazenda Nacional.

 É formado em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) com especialização em Direito Tributário pela UFPE, em parceria com a Escola Superior de Administração Fazendária (ESAF). Trabalhou no Banco do Brasil entre os anos de 1982 e 1991.
Em 1991, tornou-se auditor do Tribunal de Contas do Estado, permanecendo até 1993, e presidiu a Associação dos Servidores do TCE. Em 1993, aprovado em concurso público de provas e títulos, Tadeu Alencar tornou-se Procurador da Fazenda Nacional, ocupando a chefia do órgão como procurador Regional da Fazenda Nacional da 5ª Região, com atuação no TRF-5, em novembro de 2000. Atuou como procurador-geral adjunto da Fazenda Nacional entre março de 2003 e maio 2006, em Brasília, durante o primeiro governo Lula.
 No ano de 2007, recebeu o convite do eleito governador de Pernambuco, Eduardo Campos, para integrar seu primeiro Governo, como procurador geral do Estado.
Em 17 de abril de 2016, votou a favor da admissibilidade do processo de impeachment de Dilma Rousseff.
Já durante o Governo Michel Temer, votou contra a PEC do Teto dos Gastos Públicos. Em abril de 2017 foi contrário à Reforma Trabalhista. Em agosto de 2017 votou a favor do processo em que se pedia abertura de investigação do presidente Michel Temer.
Atualmente é Deputado Federal reeleito de Pernambuco nas Eleições de 2018 para o mandato 2019-2022 com votação no municipio da Ingazeira, no interior do estado.

Anterior Proxima Página inicial