.

.

.

.

.

.

POLÍCIA FEDERAL AUTUA QUATRO SUSPEITOS PRESOS PELA POLÍCIA CIVIL E MILITAR EM LIMOEIRO COM R$ 1.900 EM NOTAS FALSAS

 A Polícia Federal em Pernambuco/PE, procedeu a autuação em flagrante na noite do dia 24/10/2018, dos suspeitos ADRIANA RUFINO DA SILVA, brasileira, casada, 37 anos, doméstica, natural de Cumaru/PE e residente no bairro do Jiquiá-Recife/PE–(não possui antecedentes criminais), POLIANA OLIVEIRA DE ARRUDA, brasileira, solteira, 21 anos, doméstica, natural de Recife/PE e residente no bairro de Sucupira-Recife/PE–(não possui antecedentes criminais), JOSÉ DA SILVA BARBOSA, brasileiro, casado, 25 anos, servente de pedreiro, natural de João Alfredo/PE e residente no bairro do Jiquiá-Recife/PE–(não possui antecedentes criminais), DAVID DA SILVA BARBOSA, brasileiro, solteiro, 18 anos, desempregado, natural de João Alfredo/PE e residente no bairro de Vila Tamandaré-Recife/PE–(não possui antecedentes criminais).

As prisões aconteceram quando policiais civis e militares de Limoeiro/PE estavam fazendo rondas de rotina dentro da ação integrada Malhas da Lei quando foram avisados de que um veículo Palio de placas KIN 6412 com 04 (quatro) integrantes estava parado na Avenida Capibaribe e os seus ocupantes em atitude suspeita estariam fazendo compras numa loja de artesanato, motivo pelo qual os policiais resolveram proceder uma abordagem para verificar a existência de algum ato ilícito. A ação teve seu desfecho final quando os ocupantes foram abordados (dois homens e duas mulheres) e ao ser feita uma busca minuciosa no interior do carro foram encontradas no assento e no chão do banco traseiro (R$ 1.800) em notas falsas onde uma das suspeitas estava sentada. E logo em seguida também se constatou que o DAVID havia repassado uma nota de R$ 100 (cem reais – falsa – também apreendida), a uma vendedora numa loja de artesanato, mediante a compra de duas bonecas no valor de R$ 10 reais cada recebendo um troco de R$ 80 reais. Os policiais fizeram a restituição das bonecas e detectaram que todas as notas eram falsas em virtude dos números de séries possuírem a mesma numeração.
Terminado os trabalhos ostensivos e tendo sido arrecadada as notas falsas (R$ 1.900 reais), os presos foram levados para a Sede da Polícia Federal em Recife/PE, onde após ter sido informado dos seus direitos e garantias constitucionais acabaram sendo autuados em flagrante pelo crime contido no artigo 289, § 1º do Código Penal – (adquirir, repassar ou guardar moeda falsa), e caso sejam condenados poderão pegar penas que variam de 3 a 12 anos de reclusão, além de multa!
Em seus interrogatórios os presos disseram que saíram de Recife/PE com destino a João Alfredo/PE para fazer uma visita a parentes e pararam em Limoeiro/PE ficando numa pousada para depois seguirem viagem. Foi quando um dos ocupantes parou numa loja de artesanato para adquiri duas bonecas. Disse também que esse dinheiro seria fruto de uma venda de uma moto na qual havia recebido parte do dinheiro em notas falsas, porém ao consultar a placa da moto, os policiais verificaram que se tratava de um veículo Palio. O Palio que os suspeitos se encontravam era emprestado de um amigo para que a viagem fosse realizada. Após a autuação, os presos realizaram Exame de Corpo de Delito no IML – Instituto de Medicina Legal e em seguida foram encaminhados para a audiência de custódia, onde foram todos liberados e deverão responder ao processo em liberdade.
Fonte: Polícia Federal

Anterior Proxima Página inicial