.

.

.

.

.

.

Afogados: Voto de Totonho em Bolsonaro seria oportunismo?

 O voto do ex-prefeito de Afogados da Ingazeira Antonio Valadares em Jair Bolsonaro (PSL) no segundo turno dividiu opiniões. Para os ‘patriotistas’ Valadares usou do oportunismo, já que sabia através das pesquisas que o Capitão iria se eleger presidente da república.

 Para os eleitores independentes, Antonio estava em cima do muro e diante da perspectiva de vitória, usou como argumento o fato de o filho Toninho Valadares está à frente do PSL, legenda a qual está filiado o militar Bolsonaro. Os totonhistas aprovaram a tomada de decisão Antonio que ainda argumentou ser Lulista, atribuindo dúvidas quanto à condição de governabilidade de Haddad. 

Será que se Armando Monteiro (PTB) que disputou o governo do estado tivesse na mesma situação de Bolsonaro, Antonio teria votado em Paulo Câmara?
Da Coluna Itamar França


Anterior Proxima Página inicial