.

.

.

.

.

.

Caminhão tanque dos Bombeiros em Afogados da Ingazeira não funciona

 Nos últimos dias, aumentaram relatos  sobre a falta de efetividade da viatura de combate a incêndio do destacamento dos Bombeiros sediado em Afogados da Ingazeira e que atende parte do Médio e Alto Pajeú.
Os profissionais até chegam e vem bastante empenhados, mas sem o equipamento funcionando, tem a mesma efetividade de vizinhos que, às pressas , saem tentando apagar o fogo com baldes cheios de água.
Nesta terça, o relato foi do fogo em um terreno baldio próximo à creche Maria Genedi Siqueira. O calor e o tempo seco expandiram o fogo. A fumaça começou a prejudicar as crianças da creche. Chamados, os bombeiros informaram que a viatura de combate a incêndio do destacamento de Afogados está quebrada.
“Foram na ambulância e disseram, que o carro estava quebrado. Disseram que não tinha como apagar com extintor. Estão vendo se a Secretaria tem um pipa para apagar”, disse uma ouvinte.
Não é a primeira vez que isso acontece. Em junho de 2016, por exemplo, um incêndio destruiu  uma residência na Rua Antônio Ramos de Souza, centro de Afogados. De acordo com relatos de vizinhos que ajudaram no combate ao fogo, não havia carro de combate a incêndio.
Em janeiro deste ano, o governador Paulo Câmara entregou 17 novas viaturas e dez equipamentos de resgate ao Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco (CBMPE). Foram dez viaturas de Auto Resgate (AR) e sete do tipo ABTS (Auto Bomba Tanque e Salvamento). Apenas uma Auto Resgate foi destinada a São José do Egito. (Nill Junior/Foto: Cauê Rodrigues)

Anterior Proxima Página inicial