.

.

.

.

.

.

.

.

Extrema unção: Lula nas mãos do Supremo

A nova derrota no TRF-4, nesta segunda (26), deixa Lula nas mãos do Supremo. Se a corte negar seu habeas corpus, o juiz Sergio Moro poderá executar a prisão a qualquer momento. A praxe, porém, é esperar o fim dos prazos para a apresentação de “embargos dos embargos” ou apelações ao STJ e ao STF.

Após a publicação do acórdão do tribunal regional, a defesa do petista terá 12 dias para recorrer.

Os advogados do ex-presidente já avaliam novo questionamento ao TRF-4. Pretendem explorar de novo o depoimento de Márcio Faria, ex-diretor da Odebrecht. Sustentam que o testemunho derruba a versão de que a OAS fez pagamentos sobre o contrato da Petrobras que teria vínculo com o tríplex.  (Painel - Folha de S.Paulo)

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial