.

.

.

.

.

.

.

.

Eduardo Guardia será o novo ministro da Fazenda

Letícia Fernandes e Martha Beck – O Globo        
O presidente Michel Temer decidiu acatar a sugestão do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e vai colocar Eduardo Guardia, atual secretário-executivo da pasta, no comando do Ministério. Segundo interlocutores da área econômica, a troca será formalizada na terça-feira, quando Meirelles finalmente anunciará que vai deixar o cargo para tentar viabilizar uma candidatura à Presidência da República.
O futuro ministro não era o nome preferido pela ala política do governo. Guardia é considerado “difícil” na hora de negociar projetos e assuntos de interesse de estados e municípios. Outra crítica era que o presidente estaria colocando à frente da Fazenda alguém muito ligado ao PSDB, partido que terá o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, como candidato à Presidência. Guardia foi secretário de Fazenda de São Paulo na gestão de Alckmin.
Mesmo assim, prevaleceu no Palácio do Planalto a ideia defendida por Meirelles de que a melhor solução seria deixar na Fazenda seu substituto natural. Guardia, que foi secretário do Tesouro no governo Fernando Henrique e diretor da BM&FBovespa até ir para a equipe de Meirelles, seria um nome bem aceito pelo mercado financeiro e em condições de manter a agenda econômica que vem sendo implementada pelo governo.

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial