.

.

.

.

.

.

.

.

Em Carnaíba, agricultor denuncia autoritarismo de ex vereador no Povoado da Itã

O Agricultor Silenildo Vieira de Souza, de 28 anos, morador do Povoado da Itã, no município de Carnaíba, denuncia através do Blog, perseguição politica e autoritarismo por parte do ex vereador e atual Secretário de Transportes de Carnaíba, Jeovani da Itã.

Silenildo é um humilde morador da Itã e  sem terra para plantar, utiliza a cerca de  4 anos um pequeno trecho de terra à margem linha ferroviária e como de costume a todos esses anos ele voltou a plantar e de lá é que tira seu sustento para manter sua familia. 

O ex vereador Jeovani da Itã, que atualmente responde pela pasta de transportes do município de Carnaíba, e por questões políticas, segundo Selenildo, ameaçou destruir a plantação do mesmo com a  construção do calçamento da sua  rua, onde jogou várias pedras na plantação e no sábado o mesmo teria procurado o agricultor Silenildo e falou que com ordem do prefeito  do município vai passar com a caçamba da prefeitura carregada pedras  que com a passagem por dentro da roça irá destruir sua plantação.
Silenildo argumenta que existe outro caminho que a caçamba possa fazer o trajeto sem precisar passar dentro de sua plantação.

O curioso é que o Secretário se auto denomina como representante do povo da Itã, agindo desta forma. Por outro lado, se argumenta que o trecho da linha férrea é publico, mas não é. Para conhecimento do Secretário e do prefeito, o espaço pertence a Linha Ferroviária, se tratando portanto de um espaço privado.

A gestão municipal de Carnaíba continua bancando autoritarismo, perseguição politica e abuso de poder por parte de uma pessoa que se diz representante dos moradores da Itã na prefeitura.

-"Eu peço ao prefeito Anchieta Patriota que tenha compaixão disso, eu não tenho renda sou muito pobre, esse milho e feijão é pra o sustento da minha família não temos condições de comprar feijão o ano todo por favor não destruam minha pequena plantação". Desabafou Silenildo ao Blog do Cauê Rodrigues.

Segundo Silenildo,  se isso acontecer, o mesmo irá procurar o Ministério Público  e mover ação contra o municipio.
Anterior Proxima Página inicial