.

.

.

.

.

.

.

.

Barragens começam receber água em Santa Terezinha

Após estiagem de mais 5 anos e há 2 anos sem água nas torneiras (desde o inicio de 2016), a Barragem do Cascudo em Santa Terezinha, no sertão do Pajeú, está recebendo um volume ainda tímido com as primeiras gotas de chuva que caíram sobre a região.

A população terezinhense está otimista, na quarta-feira, a barragem começou a receber água dos riacho da região, ainda está longe de reverter a crise hídrica, que caminha agora para  quase dois anos no lata d'água na cabeça. O reservatório responsável por abastecer toda a cidade dá sinais, que se as chuvas prevalecerem e for no nível que está acontecendo, pode- se ter água nas torneiras em breve. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) espera chuvas na média histórica consideráveis para a região.
Só este ano já choveu 174 mm em Santa Terezinha até o dia 21 de fevereiro.

Em 2017, Santa  Terezinha choveu durante todo o ano 684,5 mm. As Barragens de Zé Antão e do Tigre também estão  recebendo água. Em áreas rurais as chuvas continuam melhores do que na Zona Urbana, onde açudes estão quase sagrando, como exemplo o Açude do Sítio Alves.

As duas Barragens de Santa Terezinha, Cascudo (Zé Antão) e a Barragem do Tigre ainda não tem a quantidade suficiente para levar água a cidade. A COMPESA está monitorando e na expectativa ainda maior a população de sair do lata d'água na cabeça.
Anterior Proxima Página inicial