.

.

.

.

.

.

.

.

Pertubação de sossego termina com som apreendido na zona rural de São José do Egito

A GT ordinária de São José do Egito foi solicitada pelas vítimas que informaram sobre um evento que estava acontecendo no sitio Papagaio, na zona rural daquele municipio e que estava incomodando pelo fato de o som (paredão) estar alto. Ao chegar ao local a vítima F.G.B.L., de 26 anos, disse para o policiamento que queria apenas que o som fosse abaixado, pois haviam dois idosos que ainda não tinham dormido devido ao barulho. Após ser sanada a irregularidade e tendo a vítima dito que não iria para DP, o policiamento retornou às rondas normais. 

Minutos depois, a mesma vitima voltou a solicitar a polícia afirmando que ela e o esposo R.S.S., de 25 anos, ao tentarem se aproximar, foram recebidos com xingamentos e palavras de calão, bem como, que os imputados atiraram pedras contra as vítimas. A GT local juntamente com a GT de Tuparetama, foram ao local e detiveram os imputados, o produtor de eventos  F.W.L.L., de 36 anos, morador do Planalto e o proprietário do som, J.G.S., de 28 anos, morador da zona rural.

 Ao saber que o equipamento de som seria apreendido, o produtor de eventos tentou evitar, momento em que lhe foi dado voz de prisão, resistindo também a essa ordem legal, tendo sido necessário o uso de algemas para conter o mesmo. Foram apreendidos os seguintes equipamentos: 01 chaveadora de 12 canais, 01 equipamento de luz laser (iluminação de 12v), 01 receptor do microfone sem fio, 01 microfone sem fio, 01 pedestal ASK para microfone, 01 caixa amplificada de 50 a 100W, 01 microfone com fio Silvre Beta 58ª, 01 mesa de som MXS 8 professional, áudio mixer Wattsom cíclotron. A ocorrência foi passada à disposição da DP local para adoção das medidas cabíveis.

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial