.

.

.

.

.

.

Pernambuco registrou quase 1,4 mil casos de picadas de escorpião em 2017

O Centro de Assistência Toxicológica de Pernambuco (Ceatox-PE) registrou um aumento de 6% dos atendimentos em 2017, informou o balanço divulgado pela Secretaria de Saúde de Pernambuco nesta segunda-feira (22). As principais chamadas envolveram acidentes com escorpião e a ingestão de medicamento e chumbinho. Segundo o relatório, o Ceatox realizou 4.857 primeiros atendimentos através do 0800.722.6001 para auxiliar situações de intoxicação exógena ou acidentes com animais peçonhentos. O número foi 6% maior que 2016, com 4.578 casos.
Dos 1.975 primeiros atendimentos relacionados com animais peçonhentos, 1.329 foram de picadas de escorpião. Para esse tipo de ocorrência, o Ceatox indica "lavar o local da picada apenas com água e sabão e seguir para a unidade de saúde mais próxima para que seja feito o tratamento para dor". Se a vítima for uma criança, pode haver indicação do uso do soro contra o veneno
Anterior Proxima Página inicial