Técnicos do Iphan avaliam prédios e povoado de Cabrobó para possíveis tombamentos

Técnicos do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) estão em Cabrobó (PE), no Sertão do São Francisco, para responder a uma solicitação de tombamento de três construções e o local onde teria iniciado o povoamento que deu origem ao município.

Os prédios que estão sendo avaliados são as ruínas da primeira Igreja Matriz e a segunda Igreja Matriz da Freguesia de Nossa Senhora da Conceição, além do Chalé (moradia da primeira autoridade política da freguesia, em 1785. De acordo com as pesquisas, o município teve origem em 1762 na criação da primeira paróquia próxima à aldeia indígena da Ilha de Assunção, dos índios Truká.

A intenção é reconhecer o valor desses prédios para a história do País. Os equipamentos serão avaliados dentro de critérios estabelecidos e, se for comprovados sua importância e valor histórico nacional, eles entrarão no processo para serem tombados como patrimônio histórico nacional. Após relatório gerado pelos técnicos, o Iphan vai decidir se os bens estarão na lista de equipamentos protegidos pela história nacional. (foto/divulgação)

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial