.

.

.

.

.

.

.

.

Restauração de estátua de Jesus do século XVIII descobre mensagem de 300 anos

Durante o manuseio de uma estátua de Jesus Cristo do século XVIII na Espanha, restauradores encontraram um bilhete escondido em seu “bumbum”.
A mensagem, escrita cuidadosamente a mão por um padre, remonta ao ano de 1777 e foi escondida na parte traseira da estátua para preservá-la como uma cápsula do tempo.
Conteúdo
A nota contém informações importantes sobre o período, incluindo detalhes sobre passatempos infantis, situação econômica, questões políticas e religiosas, pessoas famosas e outros tópicos.
Também nomeia o escultor da estátua e inclui dados locais que vão desde questões agrícolas até assuntos comunitários, destacando ainda doenças comuns e até nomes de toureiros populares da época.
O documento é assinado por Joaquin Minguez, sacerdote da catedral de Burgo de Osma na época.
Cápsula do tempo
O documento de duas páginas, preenchidas em frente e verso, foi encontrado quando os trabalhadores da empresa Da Vinci Restauro removeram um pedaço de tecido usado para cobrir as partes de Cristo, o que expôs uma pequena lacuna.
O historiador local Efren Arroyo afirmou ao portal New York Post que a descoberta é incrível e única, pois não é comum encontrarmos documentos manuscritos escondidos dentro de tais estátuas.
De acordo com especialistas, todas essas referências indicam que a intenção de Joaquin Minguez era fazer uma das primeiras cápsulas do tempo, ou seja, uma mensagem de fato deixada para futuras gerações a descobrirem. 

[NYPost] - Por: Natasha Romanzoti
Anterior Proxima Página inicial