.

.

.

.

.

.

.

.

Prefeito de Moreilândia é condenado em 2ª instância pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) condenou o prefeito de Moreilândia, João Angelim Cruz (PMDB), em 2ª instância, pelo crime de apropriação dos bens pertencentes ao município em proveito próprio. A decisão foi publicada na última terça-feira (05) e enviada hoje para a nossa redação pelo advogado Nazário Duarte Bento. O processo foi movido pelo Ministério Público de Pernambuco.
De acordo com o relator, Mauro Alencar de Barros, o prefeito “se valendo da condição do Chefe de Executivo do Município, apropriou-se dos bens pertencentes à Moreilândia, região pobre do Estado de Pernambuco, e deu destinação particular, em proveito próprio, além do que cedia para que outras pessoas também os usassem para fins puramente privados”.
Após ser condenado a 3 anos e 10 meses de reclusão, João Angelim recorreu e os desembargadores da 2ª Câmara Extraordinária Criminal de Justiça do Estado de Pernambuco converteram a pena em duas restritivas de direito. Desse modo, o prefeito pode responder em liberdade.
Os vereadores de oposição de Moreilândia vão acionar o Ministério Público, pedindo o afastamento imediato de Angelim. Deixamos o espaço aberto para a defesa do prefeito se pronunciar.
Alvinho Patriota
Anterior Proxima Página inicial