Expectativa de vida do brasileiro é de 75,8 anos, diz IBGE

Em 76 anos, de 1940 a 2016, a expectativa de vida dos brasileiros ao nascer aumentou em mais de 30 anos e hoje é de 75,8 anos – um acréscimo de três meses e onze dias em relação a 2015. Os dados constam da Tábua de Mortalidade de 2016 e foram divulgados hoje (1º) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em 2015, a expectativa de vida no país era de 75,5 anos.

Apesar desse crescimento contínuo na expectativa de vida, o Brasil ainda está abaixo de países como Japão, Itália, Singapura e Suíça, que em 2015 tinham o indicador na faixa dos 83 anos.

A Tábua de Mortalidade 2016 constatou que, entre os Estados brasileiros, Santa Catarina é o que apresenta a maior esperança de vida, com 79,1 anos, seguido do Espírito Santo (78,2 anos); Distrito Federal (78,1 anos); e São Paulo, Estado onde a expectativa de vida é de 78,1 anos.

Mulheres vivem mais

Os dados da Tábua de Mortalidade 2016 constatou que mulheres vivem em média mais do que homens. Enquanto a expectativa de vida dos homens, em 2016, era de 72,9 anos, a das mulheres atingiu 79,4 anos.

“Esse comportamento nacional se repetiu em todos os estados, sendo que a maior diferença foi registrada em Alagoas, onde as mulheres vivem, em média, mais 9,5 anos do que os homens; em seguida, vem a Bahia (9,2 anos) e Sergipe (8,4 anos)”, diz o informe do IBGE.

Nos estados de Santa Catarina, Espírito Santo, Distrito Federal, São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná e Minas Gerais, a expectativa de vida das mulheres ultrapassou os 80 anos, Enquanto no Maranhão, Alagoas e Piauí a expectativa de vida masculina foi de 66,9 anos – valor bem inferior à média nacional. (fonte: Agência Brasil)

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial