Carnaibana Apolônia Gomes representa o Pajeú no GT de Mulheres da ANA em Belo Horizonte-MG

A Carnaíbana Apolônia Gomes, esta representando na região do Pajeú em encontro  do  GT de mulheres da ANA (Articulação Nacional de Agroecologia) em Belo Horizonte-MG que esta acontecendo esta semana.

O encontro tem como objetivo, além de dialogar sobre a conjuntura atual de políticas públicas para as mulheres, preparar o IV ENA (Encontro Nacional de Agroecologia) que acontecerá em Belo Horizonte entre os dias 31 de Maio a 03 de junho de 2018 e também fazer uma apresentação da avaliação do projeto de monitoramento e sistematização da renda das mulheres usando o instrumento das Cadernetas Agroecológicas que vem acontecendo nas regiões do país em parceria com movimentos de mulheres e movimento agroecológico de mulheres, Universidades e organizações do movimento agroecológico.
  
 A Caderneta Agroecológica é um instrumento de mensuração criado pelo CTA (Centro de Tecnologia Alternativa) Zona da Mata - MG para dar visibilidade ao trabalho das agricultoras familiares. Nela, é registrado o consumo, a troca, a venda e a doação do que é cultivado nos quintais produtivos. No nordeste o projeto tem como articuladora a carnaibana Apolônia Gomes da Silva, técnica em Agroecologia, atualmente representa a Rede de Mulheres Produtoras do Nordeste que  integra a equipe técnica da Rede de Mulheres Produtoras do Pajeú como Educadora Social e que vem trabalhando com as cadernetas com as mulheres de alguns municípios do território do Pajeú.
O objetivo da pesquisa é Fortalecer a organização produtiva das mulheres contribuindo para sua autonomia econômica e política através da ação em REDE. Perceber que a agroecologia como instrumentos de transformação na vida das mulheres que desenvolve suas atividades dentro dos princípios da Economia Solidária e suas dimensões.
O evento conta com a participação de mulheres de vários estados brasileiro

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial