• title
  • Title
  • Title

.

.

TCE julga ilegais 669 contratações da Prefeitura de Custódia e ainda aplica multa a ex-prefeito

A Primeira Câmara do Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE) julgou nesta terça (31) a Admissão de Pessoal realizada pela Prefeitura Municipal de Custódia no exercício financeiro de 2016, referente a contratação temporária de 669 servidores para diversas funções, de responsabilidade do ex-prefeito do município, Luiz Carlos Gaudêncio de Queiroz.
A Primeira Câmara, à unanimidade, julgou ilegais os 669 atos de admissão, exarados no âmbito da Prefeitura Municipal de Custódia, negando-lhes, por consequência, o registro. Ainda, aplicou multa ao ex-prefeito Luiz Carlos Gaudêncio de Queiroz.
O valor da multa ainda será publicado posteriormente no Diario Oficial.
AOnline

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial