Polícia prende acusado de matar artista de rua em Carnaíba

A GT ordinária da cidade de Carnaíba, no sertão de Pernambuco foi informada pelo agente da Polícia Civil sobre um possível homicídio nas proximidades do Riacho dos Campos, no Bairro de Carnaíba Velha, na saída para o Distrito de Fátima por volta das 19h30 desta terça feira 28, como publicou com exclusividade o Blog do Cauê Rodrigues, Confira Aqui!.

 O policiamento deslocou-se até o endereço citado, juntamente com o Agente da Polícia Civil e ao chegar no local a vítima L.P.M., conhecido como Louro, artista de rua, de 52 anos, morador da Vila Riacho dos Campos, já havia sido socorrido ao Hospital Municipal Dr. José de Souza Dantas Filho por populares.
 A GT foi ao nosocômio da cidade e constatou que a vítima foi socorrida após sofrer uma agressão na cabeça atingido por uma barra de ferro. O músico  deu entrada no hospital ainda com vida, mas faleceu logo em seguida.  

Segundo testemunhas a vítima e o imputado J.A.S., de 48 anos, conhecido popularmente como "Cigano", morador do Bairro de Carnaíba Velha teriam se desentendido na última semana e que nesta terça o desentendimento voltou a ocorrer, tendo os envolvidos entrado em discussão, momento em que o imputado pegou uma barra de ferro e bateu na cabeça da vítima. 

A referida barra de ferro, utilizada na prática delituosa, foi encontrada no local do fato, assim como um violão, instrumento inseparável do músico Louro.
 O policiamento fez diligências e colheu informações na tentativa de capturar o imputado. O Graduado de Operações, juntamente com o efetivo do CVLI e o NIS-1, continuaram as diligências e algumas horas após a prática delituosa localizaram o imputado na PE-320, 08 Km após Carnaíba, sentido a cidade de Flores-PE, nas proximidades do sitio Poço Grande. 

O imputado foi conduzido e entregue à DPC de Afogados da Ingazeira, onde o mesmo foi autuado em flagrante delito.

O crime chocou a cidade de Carnaiba, já que a vitima era conhecido por toda a população e tratava-se de uma pessoa pacata, que não perturbava ninguém.

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial