• title
  • Title
  • Title

.

.

Após briga entre vereadores, Câmara de Serra Talhada retorna nesta segunda-feira (6) sob clima de tensão

A Câmara Municipal de Serra Talhada (CMST) realiza mais uma sessão ordinária nessa segunda-feira (6) em clima de tensão em plenário.
Alguns vereadores admitem o desconforto e garantem que estão apreensivos após o bate-boca travado entre os vereadores Rosimério de Cuca (PMN) e Agenor de Melo Lima (PTB).
Na semana passada, no gabinete da secretária de Saúde Márcia Conrado, houve um intenso bate-boca entre os dois. O estopim teria sido o cortes de servidores contratados em suas bases eleitorais. Por pouco, Agenor e Rosimério não saíram no tapa e foram segurados pelos colegas.
Mas este não é um cenário único. Durante a sessão do último dia 30 de outubro, houve troca de farpas e acusações entre os vereadores Gilson Pereira (PROS) e André Maio (PRB) que pode ter desdobramentos na Justiça.
A situação é tão intranquila na Casa Joaquim de Souza Melo, que até agora a Mesa Diretora não divulgou a pauta da sessão no site da Casa.
A divulgação sempre é feita na sexta-feira que antecede a reunião. Entre os governistas, há uma expectativa que o prefeito Luciano Duque consiga acalmar os ânimos que andam exaltados.
Farol

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial