Após angioplastia, Temer deve deixar hospital nesta segunda-feira

O presidente Michel Temer passou a noite bem e seu quadro de saúde é estável, segundo boletim médico divulgado na manhã deste domingo (26). A previsão de alta do Hospital Sírio-Libanês continua mantida para esta segunda (27). De acordo com o boletim, Temer permanece sendo acompanhado pela equipe médica coordenada pelo cardiologista Roberto Kalil Filho.

O presidente foi submetido a uma angioplastia na noite de sexta-feira e os médicos que o acompanham explicaram que ele apresentava obstruções superiores a 90% em uma das artérias principais e duas secundárias do coração. O cardiologista Roberto Kalil Filho disse que se houvesse mais de uma das artérias principais entupidas, seria necessária uma cirurgia cardíaca.

“Uma artéria principal, a descendente anterior, tinha uma obstrução importante e as outras duas artérias, que são mais secundárias também estavam obstruídas. Fizemos colocação de stent em duas artérias (principal e diagonal) e, na outra, angioplastia sem stent. Se fossem três artérias principais, ele iria para uma cirurgia mais complexa”, disse Kalil.

Os stents são próteses de metal que se expandem e ajudam a reduzir a obstrução. No caso da artéria que não recebeu o stent, a desobstrução foi feita com a utilização de um balão, que foi inflado dentro da artéria. Todo o procedimento foi realizado a partir de uma das virilhas, pela artéria femoral e por meio de punção, que é uma leve perfuração com a utilização de um cateter.

Comentários

Obrigado!
Sua mensagem será avaliada.

Anterior Proxima Página inicial